• terça-feira , 21 novembro 2017

Empresa explica um pouco melhor como funciona ‘tela holográfica’ de smartphone

A RED, empresa conhecida por suas câmeras profissionais usadas em estúdios de cinema, anunciou há alguns meses o RED Hydrogen, um smartphone de US$ 1,2 mil com uma misteriosa “tela holográfica”. Agora a companhia decidiu explicar um pouco melhor como funciona a tecnologia de holografia empregada no display do dispositivo.

A tecnologia da tela foi desenvolvida por uma empresa chamada Leia Inc. (o nome é homenagem à princesa Leia de “Star Wars”), que surgiu dentro da HP e se considera a “maior fornecedora de soluções de telas holográficas de campo de luz para dispositivos móveis”.

Essa tela de campo de luz usa diversas camadas de LCD com “retroiluminação direcional” permitindo ver um mesmo objeto de duas formas diferentes com cada olho, gerando um efeito 3D.

Isso cria um efeito de projeção das imagens a partir da tela, fazendo com que objetos se destaquem como se fossem hologramas “ao mesmo tempo que preserva a operação normal da tela”, segundo a empresa. É possível desativar o efeito de holografia para usar o smartphone com uma tela comum, se o usuário preferir assim.

Pouca gente já viu o RED Hydrogen em ação, então por enquanto a forma como ele funciona é um mistério. A empresa promete lançá-lo no primeiro semestre de 2018. Até lá, o vídeo abaixo, divulgado pela Leia Inc. em 2015, deve dar uma ideia mais ou menos do que esperar do dispositivo.

Veja Também