• quarta-feira , 14 novembro 2018

Em seis dias, choveu quase 40% do previsto para março no DF

Nesta quarta-feira (7/3), o céu permanece de nublado a encoberto com pancadas de chuvas em áreas isoladas

Os termômetros registraram temperatura mínima de 18°C durante a madrugada e podem marcar até 30°C nas horas mais quentes do dia

Desde fevereiro, as chuvas estão intensas no Distrito Federal e a tendência é de que o tempo continue fechado este mês, mesmo com o calor. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), até a manhã desta terça-feira (6/3), choveu 36,9% do previsto para março. Foram 66,7 milímetros do total de 180,6 milímetros.

Nesta quarta-feira (7/3), as precipitações devem continuar em Brasília. O céu permanece de nublado a encoberto com pancadas de chuvas em áreas isoladas. Os termômetros registraram temperatura mínima de 18°C durante a madrugada e podem marcar até 30°C nas horas mais quentes do dia. A umidade relativa do ar fica entre 95% e 40%.

Captação em reservatórios

Após o início do racionamento de água na capital, as intensas chuvas são recebidas com alegria pelos brasilienses. Com isso, o nível dos reservatórios passou a subir. De acordo com a última medição, divulgada nesta terça-feira (6/3) pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa), mostra que a barragem do descoberto está com 59,1% da capacidade total e a da Santa Maria apresenta o índice de 42,9%.

Com o resultado positivo, o executivo local flexibilizou as restrições das regras de captação do reservatório do Descoberto. A Adasa autorizou a Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) a aumentar a vazão média mensal captada da barragem para até 3,3 mil litros por segundo, acima dos 3,1 l/s permitidos anteriormente.

 

Veja Também