Dados são da Polícia Militar do DF. Levantamento também traz dados de condutores inabilitados, armas e munições apreendidas no trânsito

A presença de álcool no sangue do motorista ao volante é considerada crime – (crédito: Reprodução/PMDF)

De janeiro a setembro de 2021, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) prendeu 155 pessoas por embriaguez ao volante. Os dados consideram 12.648 motoristas flagrados dirigindo sob influência de álcool na capital federal. O levantamento também traz números de condutores inabilitados, armas e munições apreendidas.

Além dos embriagados, 53.059 motoristas foram flagrados fazendo uso do celular ao dirigir. Outros 6.327 estavam sem habilitação no momento da abordagem. “Esses números são relativos em relação à fiscalização. Os 12,6 mil foram autuados e receberam uma multa. No caso de reincidência a multa é dobrada e tem suspensão da carteira”, diz Keldison Souza, chefe da seção de planejamento do Comando de Policiamento de Trânsito da PMDF.

“Alcoolemia é responsável pela maior parte dos acidentes envolvendo morte no trânsito. Por isso, tem sido um motivo de alerta e empenho nosso na fiscalização no trânsito”, completa. Ele explica que a tolerância é zero. “Não pode beber. A partir de 0,33ml de álcool a cada 1ml de sangue, a prática é considerada crime”, avisa.

Segundo a PMDF, até setembro desde ano, 95 armas e 19,1kg de drogas foram apreendidas — além de 52 comprimidos de ecstasy.

Escreva um comentário