Nesta segunda-feira, foram registrados 28 óbitos. Desde início da pandemia, 8.670 pessoas perderam a vida para o coronavírus em Brasília.

Hospital no DF em imagem de arquivo — Foto: TV Globo / Reprodução

O Distrito Federal registrou, nesta segunda-feira (31), mais 28 mortes e 902 casos de Covid-19. O total de vítimas, desde o início da pandemia, chega a 8.670. Já os infectados somam 405.903, segundo dados da Secretaria de Saúde (SES-DF).

Nos 31 dias de maio, 842 mortes pessoas morreram em Brasília. Uma redução de 52% em relação a abril, quando a capital federal bateu recorde, com 1.769 mortes por coronavírus. Ainda assim, maio fecha como o quinto pior mês da pandemia no DF (veja tabela abaixo).

Abril fecha como o quinto pior mês da pandemia no DF
Foram 842 mortes. Abril teve teve 1.775 óbitos, recorde até então

O número de novos óbitos confirmados nesta segunda é maior do que o registrado no domingo (30), quando a SES-DF divulgou 21 mortes. Já o total de casos diagnosticados nas últimas 24 horas representa um aumento de 11% em relação ao boletim anterior, que contabilizou 811 novos infectados.

Do total de contaminados, 388.781 estão recuperados, o que representa 95,8% do total.

Perfil das vítimas

Paciente respirando com balão de oxigênio em hospital do DF. — Foto: TV Globo / Reprodução

Paciente respirando com balão de oxigênio em hospital do DF. — Foto: TV Globo / Reprodução

Entre as vítimas notificadas nesta segunda, 15 têm menos de 59 anos. Outros 13 tem mais de 60 anos (veja detalhes mais abaixo).

Entre as pessoas que morreram , 7.938 residiam no DF e 732 vieram de outras unidades da federação para buscar atendimento, principalmente do Entorno do DF.

Segundo o informativo, 13 óbitos ocorreram nos últimos dois dias. Confira datas das mortes abaixo:

  • 7 maio: 1
  • 9 de maio: 1
  • 27 de maio: 1
  • 28 de maio: 4
  • 29 de maio: 8
  • 30 de maio: 10
  • 31 de maio: 3

Faixa etária

  • 30 a 39 anos: 3
  • 40 a 49 anos: 3
  • 50 a 59 anos: 9
  • 60 a 69 anos: 6
  • 70 a 79 anos: 3
  • 80 anos ou mais 4

Residência

  • Brazlândia: 1
  • Ceilândia: 3
  • Cruzeiro: 1
  • Gama: 2
  • Guará: 1
  • Paranoá: 1
  • Planaltina: 3
  • Plano Piloto: 3
  • Recanto das Emas: 1
  • Riacho Fundo II: 1
  • Samambaia: 3
  • Santa Maria: 1
  • Sobradinho: 1
  • Sobradinho II: 1
  • Sudoeste/Octogonal: 1
  • Taguatinga: 2
  • Vicente Pires: 1
  • Goiás: 1

    Leitos de UTI

    Até as 16h26 desta segunda, a ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) reservados para casos da Covid-19 na rede pública estava em 81,71%. Do total de 452 leitos, 218 estavam ocupados, 25 disponíveis, 9 aguardavam liberação e 200 estavam bloqueados. Os números incluem unidades neonatais, pediátricas e adultas.

    Na rede privada, às 12h11, 84,55% dos leitos reservados para infectados estavam ocupados. Do total de 310 leitos, 210 estavam em uso, 38 vagos e 62 bloqueados.

    Números por região

    Ceilândia, a região mais afetada pela pandemia na capital, com 1.365 óbitos e 45.194 casos.

    Plano Piloto vem em seguida, com o segundo maior número de casos da Covid-19. O boletim desta sexta traz com 38.776 infectados. O terceiro lugar é de Taguatinga, que soma 32.409 notificações.

    Números da Covid-19 por região do DF, em 31 de maio de 2021 — Foto: Secretaria de Saúde do DF (SES-DF)
    Números da Covid-19 por região do DF, em 31 de maio de 2021 — Foto: Secretaria de Saúde do DF (SES-DF)

     

     

Escreva um comentário