• quarta-feira , 24 outubro 2018

Confirmado: Tribalistas abrem turnê com show em Brasília em maio

O trio composto por Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes estará na cidade em 2018. Saiba mais sobre o show dos Tribalistas em Brasília

CRÉDITO: MARCO FRONER/DIVULGAÇÃO. TRIBALISTAS

Está confirmado. Vai ser em Brasília, em 12 de maio, a estreia da turnê dos Tribalistas. O espetáculo deve ocupar o palco do Auditório Master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães (Eixo Monumental). Depois a excursão leva Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown a outras nove capitais brasileiras. Simon Fuller e Ricardo Chantilly são os responsáveis pela direção e produção do espetáculo.

O show tem por base o segundo álbum Tribalistas 2, lançado no fim de agosto. O repertório traz canções como AliançaBaião do mundo, Feliz e saudávelDiásporaLutar e vencerTrabalivre e Um só.

A letra de Diáspora , uma das melhores músicas do álbum, fala de imigrantes refugiados, utilizando referências bíblicas e históricas e citando poemas de Souzândrade e Castro Alves. “Atravessamos o mar Egeu/ O barco cheio de fariseu/ Como os cubanos, sírios, ciganos/ Como romanos sem Coliseu…”

 

Sobre o álbum, Marisa Monte disse: “Esse disco nasceu naturalmente, não estávamos pensando nele. Foi surgindo espontaneamante. Quando ficou pronto, percebemos que é um trabalho com três polos. Tem o lado mais amoroso, em canções como Aliança. Há composições, entre elas DiásporaLutar e vencer e Trabalivre, que refletem assuntos políticos, que são como pequenas crônicas do nosso mundo de hoje”.

Trabalivre foi escrita a oito mãos, já que a cantora e compositora portuguesa Carminho se juntou a Marisa, Arnaldo e Brown na parceria. Ela também faz vocal com os amigos tribalistas em Peixinhos, a delicada faixa que fecha o repertório.

Neste ano, Arnaldo Antunes cumpriu temporada no Teatro da Caixa, de 26 a 29 de janeiro, quando revisitou sua obra. Já Marisa Monte se apresentou ao lado de Paulinho da Viola, em 20 de outubro, no auditório master do Centro de Convenções Ulyses Guimarães e emocionaram o público cantando canções de suas respectivas obras e reverenciando históricos mestres do samba da Portela.

Veja Também