• quarta-feira , 12 dezembro 2018

Chrome deixará de exibir o cadeado verde em sites seguros

(Foto: reprodução)

O Chrome vai mudar a forma como lida com sites HTTPS, que utilizam uma nova versão criptografada do já antigo HTTP. Desde fevereiro, o navegador alerta usuários exibe um aviso de “Seguro” quando seus usuários acessam sites que usam esse novo protocolo, e “Não-seguro” quando a tecnologia não está em uso. Isso será diferente a partir de julho.

Em julho deste ano, o Chrome começará a marcar todos os sites que utilizam o HTTP convencional como “Não-seguro” em cinza. No entanto, se a página tiver alguma caixa para inserção de dados (como um campo para você digitar seu nome ou número de cartão de crédito, por exemplo), o aviso na barra de endereços estará em vermelho, para indicar que não há proteção aos dados transmitidos por esta página.

Em setembro começa uma nova etapa da transição. Como a tendência é que cada vez mais sites abracem o HTTPS, torna-se redundante dar tanto destaque ao aviso de “Seguro” às páginas que utilizam a tecnologia. Assim, o Chrome apenas passará a exibir um cadeado cinza em vez de verde, e ocasionalmente sequer exibirá o cadeado, sem o aviso de “Seguro”.

 

A medida pode causar alguma confusão, no entanto. Muitas pessoas com pouco conhecimento de tecnologia aprenderam que o cadeado verde é o símbolo máximo de que a página está segura, que é uma forma simples de ensinar a um público leigo as orientações básicas de segurança na internet.

Veja Também