• domingo , 17 dezembro 2017

Casa própria: Codhab reabre prazo para atualização cadastral

A  Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab) reabrirá, nesta sexta-feira (10/11), o prazo para que os candidatos aos programas habitacionais do GDF finalizem a atualização cadastral. A prorrogação só é válida para os que deram início ao processo até o dia 31 de julho. Aqueles que estiverem nesta situação podem enviar a documentação até dia 10 de janeiro de 2018.

A medida foi tomada após a identificação de vários candidatos que iniciaram a atualização, mas não concluíram o processo. O órgão, entretanto, não informou o número de pessoas. Quem não fizer dentro do prazo não poderá participar de programas habitacionais do DF.

Segundo a companhia, o último recadastramento do programa habitacional foi feito em 2014 e, de lá para cá, muitos dos inscritos tiveram sua situação modificada. Atualmente, cerca de 140 mil pessoas estão cadastradas na Codhab. Em recente auditoria, foram identificados 11 mil cadastros com informações inconsistentes.

O diretor imobiliário da Codhab, Jorge Gutierrez, ressalta que muitos candidatos fazem todo o procedimento, mas esquecem de concluir. “Os participantes têm que ficar atentos a todos os passos, principalmente na finalização. Parece besteira, mas muitos esquecem de apertar o botão “finalizar atualização cadastral”, que conclui o processo, gera a confirmação enviada por e-mail e uma notificação no próprio aplicativo”, explica.

Os atendimentos para os candidatos que ainda tenham dúvidas continuarão sendo feitos nos postos de assistência técnica e no Na Hora da Rodoviária. Já o envio de documentos somente pode ser feito pelo aplicativo, disponível para IOS e Android, e pelo site da companhia: www.codhab.df.gov.br.

A atualização cadastral, que aconteceu entre 3 de abril e 31 de julho, é uma exigência do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), que assinou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Codhab, e tem como objetivo corrigir distorções e dar mais transparência à relação de candidatos à moradia no DF

Veja Também