• segunda-feira , 24 setembro 2018

Carro de luxo é apreendido em Brasília com 182 multas por excesso de velocidade

Com infrações e débitos de IPVA e licenciamento, dívida chega a R$ 28 mil. Veículo era monitorado pelo Detran.

O Departamento de Trânsito (Detran) do Distrito Federal apreendeu na tarde desta terça-feira (15) um carro de luxo com histórico de 191 multas de trânsito – 182 delas por excesso de velocidade. Segundo os agentes, o veículo, um Dodge Durango, era monitorado pelo órgão por causa dos débitos.

A apreensão foi feita no Lago Sul, logo após o fim da Ponte JK. O Detran afirmou que usou os locais e horários em que o carro havia registrado mais infrações para identificar o trajeto diário do motorista e fazer a abordagem.

O carro acumulava R$ 17.908 em aberto em multas de trânsito, além de mais de R$ 10 mil em débitos como licenciamento e IPVA. O total da dívida chegava a R$ 28 mil.

O carro foi recolhido ao Depósito de Veículos Apreendidos 1, localizado no Setor de Administração Municipal (SAM) de Brasília, em frente ao autódromo Nelson Piquet.

Para conseguir retirá-lo de lá, o motorista terá de quitar toda a dívida, que representa 30% do valor do carro – na internet, o mesmo modelo do veículo, fabricado em 2013, é avaliado em R$ 93 mil.

Parcelamento de multas

O valor das multas do carro poderá ser parcelado no cartão de crédito. Isso porque, desde segunda-feira (14), começou a valer o pagamento parcelado de dívidas com o Detran do DF. O motorista poderá usar o cartão para dividir o valor devido em multas de trânsito, taxas de transferência de propriedade, seguro obrigatório, licenciamento anual e diárias de veículos.

O pagamento poderá ser feito em até 12 vezes nas unidades do Detran e também pelo site. O parcelamento com cartão de crédito foi adotado por meio da Resolução 697 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de 10 de outubro de 2017, e da Portaria 53 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), de 23 de março de 2018.

 

Veja Também