• sábado , 20 janeiro 2018

Carnaval de Brasília começa em 19 de janeiro e terá show de Mart’nália

Blocos de carnaval saem às ruas quase um mês antes da data oficial e GDF investe R$ 5 milhões. Mart’nália e Xande de Pilares fazem show gratuito em 2 de fevereiro.

Crédito Felipe Panfili

O carnaval de Brasília começa já em 19 de janeiro, quase um mês antes da data oficial (13 de fevereiro), e vai contar com uma centena de blocos em toda a cidade.

Para isso, o governo vai investir R$ 5 milhões e receberá um aporte de R$ 1,4 milhão da iniciativa privada para infraestrutura dos primeiros festejos de rua.

No dia 2 de fevereiro haverá uma festa gratuita com a apresentação de seis escolas de samba e de Mart’nália e Xande de Pilares. O evento será realizado entre a Torre de TV e a Funarte.

Foliões no bloco de pré-carnaval Virgens da Asa Norte no último domingo (5) em Brasília (Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília)

Os blocos que desejarem receber os recursos da iniciativa privada devem apontar necessidades pontuais à Secretaria de Cultura por meio da adesão do Plano de Carnaval. A empresa que fechou parceria com o GDF foi a Ambev, a mesma do ano passado.

O investimento do governo também custear infraestrutura, como palco, trio elétrico, som e banheiros químicos, de eventos carnavalescos promovidos em 19 regiões administrativas.

O valor investido pelo GDF em 2018 é pouco mais de 3 vezes o total aplicado no carnaval do ano passado – que foi de R$ 1,5 mil. Com este incrimento das verbas, o GDF espera atrair 2,5 milhões de foliões. No ano passado, foram 1,5 milhões de pessoas nas ruas da capital.

Público do Carnaval de Brasília
Estimativa de foliões que participaram dos blocos de rua da capital

Número370.000370.0001.000.0001.000.0001.500.0001.500.0002.500.0002.500.0002015201620172018 (previsão)0500k1.000k1.500k2.000k2.500k3.000k

2016
Ano 1.000.000
Fonte: Secretaria de Cultura do Distrito Federal

Dos R$ 5 milhões dos cofres públicos, R$ 525 mil serão destinados à contratação de 40 artistas locais por meio de chamamento público. O documento não havia sido publicado no site da Secretaria de Cultura até a publicação desta reportagem.

Cadastro de blocos

A partir deste ano, o governo aplica a “Nova Política do Carnaval”, elaborada em 2017 com participação social. Desburocratizado, o processo de cadastrado dos blocos pode ser feito até 30 dias antes do evento.

Dançarina de frevo no bloco Virgens da Asa Norte, no carnaval de 2017 em Brasília (Foto: Adriano Machado/Divulgação BOA)

Até dia 5 de janeiro, 101 blocos haviam se cadastrado, sendo 60 do Plano Piloto e 41 de outras regiões administrativas. Também estavam registrados outros 173 eventos – cem são no centro de Brasília. Em 2017, foram 118 bloquinhos cadastrados.

Para confirmar o credenciamento online, os blocos cadastrados para sair no Carnaval 2018 devem entregar a documentação comprobatória no Centro Integrado de Apoio ao Carnavalesco, no anexo do Teatro Nacional, até dia 15 de janeiro.

Veja Também