• segunda-feira , 21 janeiro 2019

Caixa suspende Minha Casa Minha Vida para quem ganha até R$ 2.600

O banco informa que o orçamento para esta modalidade foi esgotado e o programa será retomado em 2019

A Caixa Econômica Federal suspendeu a contratação de novas unidades do Minha Casa Minha Vida na faixa 1,5. Este segmento atende famílias com renda mensal de até 2.600 reais. Segundo o banco, o orçamento para esta modalidade foi esgotado e o programa será retomado em 2019. O orçamento do Minha Casa Minha Vida, para 2018, é de 57,4 bilhões de reais.

Para financiar o programa nesta faixa, a Caixa utiliza recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Na faixa 1,5, os financiamentos são concedidos pelo prazo de 30 anos, a juros de 5%. O governo custeia até 90% do valor do subsídio, enquanto que o Tesouro paga os 10% restantes. Somados, os dois, subsidiam imóveis no limite de 47,5 mil reais.

O governo vinha desde o início do ano enfrentando dificuldades para reforçar o orçamento do programa. Diante das dificuldades, a decisão tomada este ano foi priorizar os financiamentos na faixa 1,5, já que na faixa 1 os subsídios são maiores e, portanto, é maior a necessidade de recursos orçamentários.
Na faixa 1, para famílias com renda de até 1.800 reais, a parcela custeada pelo governo é maior. Além disso, o mutuário não paga juros. A prestação é de no máximo 270 reais por mês e o financiamento dura dez anos.
Fonte: Portal Veja

Veja Também