• domingo , 24 março 2019

Bebianno cancela agenda e está sem compromissos oficiais nesta quinta

Ministro da Secretaria-Geral da Presidência afirmou que não pretende pedir demissão após suspeitas de financiamento de candidatas “laranjas”

Gustavo Bebianno, ministro da Secretaria-Geral da Presidência (Evaristo Sá/AFP)

Em meio a crise no governo, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, cancelou a agenda oficial nesta quinta-feira, 14. Entre os compromissos, estava prevista uma reunião com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e outros ministros, no Palácio do Planalto, para tratar da situação da Venezuela.

O secretário-geral da pasta, Floriano Peixoto, foi como representante no lugar do ministro no encontro na manhã desta quinta. Também estava prevista a presença de Bebianno na Solenidade de transmissão do cargo de Chefe do Centro de Comunicação do Exército, às 15h30. Não há mais compromissos oficiais previstos para esta quinta.

Bebianno falou que tinha intenção de conversar com o presidente Jair Bolsonaro ainda na manhã desta quinta-feira e afirmou que não tem a intenção de pedir demissão. A crise se deu por causa de uma reportagem da Folha de S. Paulo revelou que o PSL teria financiado uma candidatura laranja em Pernambuco nas últimas eleições, quando o ministro era o presidente do partido.

Na quarta, em uma publicação no Twitter, um dos filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro, disse que Bebianno mentiu ao afirmar que teria conversado com o presidente a respeito do assunto e divulgou um áudio. Mais tarde, o próprio presidente retuitou a publicação do filho.

Fonte Veja

 

Veja Também