• terça-feira , 17 julho 2018

Banda brasiliense zomba de figuras políticas em novo clipe

O clipe ‘Guerra’ da banda Trampa foi lançado nesta segunda (2/4)

Foto: Favorite Produções/Divulgação)

É com muito humor e acidez que a banda brasiliense Trampa critica o cenário político atual no clipe de Guerra, divulgado na segunda-feira (2/4). Ano de eleições, a versão em vídeo da canção chega dois anos após o lançamento do álbum de que faz parte, o Viva la evolución, de 2016.
A banda brasiliense cuja sonoridade reúne vertentes do rock completa 10 anos de carreira. É composta por André Noblat (vocal), Pedrinho Cardoso (baixo), Rafael Maranhão (guitarra), Arnoldo Ravizzini (bateria) e Rodrigo Vegetal (guitarra).
No clipe que se passa em Brasília, quatro personagens representam candidatos políticos: o boneco de neve senador, Snow, que consome cocaína; o Sapo de Toga que aparece falando ao celular e contando cédulas; um vampiro presidente chamado Fora; e o deputado Mito, que veste um capuz aos moldes ao da Ku Klux Klan.
Em cena, os sujeitos de condutas condenáveis roubam, são assumidamente preconceituosos e fazem gestos obscenos nas ruas, ao passo em que oferecem panfletos e fazem vídeos propagandas eleitorais na televisão.

 

Veja Também