• domingo , 24 março 2019

Após tragédia de Brumadinho, governo de Minas proíbe barragens a montante

Projeto de lei sancionado pelo governador Romeu Zema, nesta segunda, determina regras mais rígidas para a mineração do estado

Barragem da Vale, em Brumadinho: um mês depois do rompimento, governo de Minas proíbe barragens a montante (Adriano Machado/Reuters)

São Paulo — O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, sancionou o Projeto de Lei 3.676/16 que determina regras mais rígidas para a mineração do estado, nesta segunda-feira (25).

Conhecido como “Mar de Lama Nunca Mais”, o texto proíbe a instalação de barragens a montante, mesmo tipo de estrutura que se rompeu em Mariana, em 2015, e em Brumadinho, há um mês.

O projeto foi aprovado pela Assembleia Legislativa, na última sexta-feira (22) e exigirá regulamentação posterior do executivo.

“É resultado de um trabalho conjunto dos poderes constituídos e da sociedade organizada com uma resposta efetiva 30 dias após o desastre”, afirmou o governador.

Veja Também