A tecnologia conhecida como “cell broadcast”, permite às autoridades locais enviarem mensagens a vários usuários em uma área determinada de forma simultanea

(crédito: Axel Schmidt / POOL / AFP)

A Alemanha emitirá no futuro alertas por celular para informar aos cidadãos sobre perigos iminentes, declarou nesta segunda-feira (26/7) o ministro do Interior, Horst Seehofer, depois que as recentes inundações mortais geraram a retomada dos sistemas de alerta.

“Nem todos se mostraram entusiasmados com a ideia nos últimos meses. Mas decidi que vamos a fazer isso. (…) Não há nenhum argumento razoável contra”, disse Seehofer no Parlamento.

Ao menos 180 pessoas morreram por causa das graves inundações que arrasaram o oeste da Alemanha durante dois dias em meados de julho e que levantaram críticas sobre o sistema de alerta de antecedência aos moradores.

Cerca de 70 pessoas continuam desaparecidas depois que torrentes de água inundaram cidades e aldeiras inteiras, destruindo pontes, estradas, rodovias e casas.

Na semana passada, a porta-voz do governo, Martina Fietz, declarou que o sistema de alerta meteorológico do país e o aplicativo para celulares Nina “funcionaram”, mas admitiu que “nossa experiência com esta catástrofe demonstrou que temos que fazer mais e melhor”.

Os alertas serão enviados mediante uma tecnologia conhecida como “cell broadcast”, que permite às autoridades locais enviarem mensagens a vários usuários de celulares em uma área determinada simultaneamente.

Escreva um comentário