• quarta-feira , 21 novembro 2018

Aeroporto de Brasília opera por instrumentos devido à chuva nesta sexta

Topo da Torre de TV ‘some’ em manhã chuvosa de Brasília — Foto: Reprodução/TV Globo

O Aeroporto de Brasília passou a operar por instrumentos por conta da chuva na manhã desta sexta-feira (19). De acordo com a Inframerica, que administra o terminal, os pousos e decolagens deixaram de ocorrer no “modo visual” às 4h58.

Até a última atualização desta reportagem, a situação continuava assim. Apesar disso, a Inframerica diz que não há impacto na operação, sem atrasos ou cancelamentos. “Pousos e decolagens estão normais.”

O voo por instrumentos ocorre quando a visibilidade da pista de aeronaves está baixa e é necessário que equipamentos de bordo e solo sejam acionados. A condição não impede que pousos ou decolagens aconteçam. Apenas aeronaves de pequeno porte e que não possuem o equipamento estão impedidos de realizar o pouso.

Pedestre segura guarda-chuva em Brasília — Foto: Reprodução/TV Globo

Impacto da chuva

A chuva forte que começou a cair na madrugada desta sexta transformou a região de Vicente Pires em um “rio de lama”. A água invadiu as calçadas do comércio e entrou nas lojas, ainda fechadas. As casas ficaram isoladas, sendo difícil abrir os portões. Ainda assim, houve motorista que decidiu enfrentar a correnteza de barro.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu mais na madrugada desta sexta do que no acumulado dos outros 18 dias deste mês de outubro. A previsão para o fim de semana é de mais chuva, mas com queda de temperaturas: a máxima não deve passar de 25 ºC.

Rua de Vicente Pires tomada por ‘rio de lama’ — Foto: Reprodução/TV Globo

Fonte: G1 DF.

Veja Também